Nuances do destino

Terça-feira dia 23/06/09, como sempre faço, celular na mão, uma mensagem de otimismo para uma certa pessoa. Como surpresa recebi uma resposta com o seguinte teor: estou bem, obrigada por não esquecer de mim, se quiser almoçamos amanhã. Quase que meu coração sai pela boca ao ler esta mensagem. À muito tempo tentava um almoço com esta pessoa, retornei a mensagem com muita alegria.

No dia seguinte, recebo uma ligação dela dizendo que não poderia almoçar devido à uma consulta, marcamos um café da tarde. Fui ao centro meio dia e fiquei na casa de um amigo. O dia estava frio e chuvoso. 15:30 recebo a ligação dela. Marcamos encontro na rua XV em frente a loja C&A. Cheguei antes e fiquei esperando por ela.

Depois de mais de três meses de ausência, nosso último encontro foi dia 13 de fevereiro, pude novamente vislumbrar sua beleza. Foi igual a cena de cinema, olho no olho, seu sorriso, marca registrada de sua personalidade. Como sempre risonha e bem humorada. Nem preciso elucidar o quão feliz eu fiquei ao ouvir novamente a sua voz e ao novamente ver o seu corpo. Fomos ao nosso café.

Chegamos, subimos ao segundo piso, escolhemos uma mesa. Ambiente bem calmo. Pedimos dois cappuccinos e dois pedaços de torta alemã. Conversamos muito sobre variados temas: desde família até trabalho, passeando por histórias muito engraçadas. Como a percepção de tempo passa rápido quando estamos nos divertindo com pessoas maravilhosas.

Ao final paguei a conta e saímos pela XV. Clima frio, acompanhei-a até a praça Santos Andrade para ela pegar o ônibus. Ela, por consequência do destino, resolveu voltar e pegar o ônibus na praça Tiradentes. Eu estava com um pouco de frio, então ela ofereceu-me o seu braço e segurou o meu. Não consigo quantificar a felicidade que emanou do meu corpo neste momento divino e singular. Que momentos inesquecíveis, uma pessoa que amo muito, na verdadeira acepção da palavra. Quero vê-la feliz, realizada e sempre farei o impossível para ajudá-la.

Despedi-me dela com um beijo meigo em seu rosto. Como ela disse que está num momento de sua vida que necessita conversar, sair, dançar sem compromisso algum, ofereci-me para sua companhia. Estou ansioso esperando pelo cinema. É, o destino nos prega peças que somente com o passar do tempo vamos entender.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Nuances do destino

  1. Fiquei curiosa com o que pode ter ocorrido após o encontro!

    Mas tenha certeza: mulher é o bicho mais complicado que pode existir! Somos complexas demais!hauahauaua

    Boa sorte!
    Gostei do Blog!

    Saudações,
    Lua.

    • Por este fator que nós homens somos fascinados por vocês mulheres, pela perspicácia que devemos ter para desvendar seus segredos e fazer o complexo tornar-se simples

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s