Por um fio

Domingão, um dia belíssimo se formando, os canários entoando uma bela melodia nos galhos do pessegueiro, a chaleira de ferro chiando em cima do fogão à lenha, o chimarrão passando de mão em mão, a conversa com meu avô sobre suas andanças pelo Brasil. Minha tia me pede para ir ao mercado comprar pão. Lá fui eu.

Poucas pessoas na rua, uma calma típica de domingo cedo. Chego ao mercado, compro o pão, aproveito para comprar uma canjica. Saio cantarolando do mercado e vou voltando para casa bem devagarinho pela calçada. De repente após uma curva apenas escuto o som de pneus fritando perto de mim. Numa fração de segundos um carro (digo um Chevette) perdeu-se na curva e subiu na calçada em minha direção. A dose de adrenalina foi tanta que apenas me lembro de saltar para o meio da rua enquanto o carro passava pela calçada raspando a lateral num muro. Putz ser atropelado por um Chevette ninguém merece.

Naquele segundo, parei no tempo e várias  coisas vieram à minha mente. Nesta vida não sabemos o que vai acontecer no minuto seguinte. Pensei comigo, se sou atropelado e parto desta para a melhor, quanta coisa ainda ficaria por fazer (o curso de dança de salão, a academia, visitar a Ilha do Mel, fazer o Caminho do Itupava, transar com duas mulheres rs, ajudar meu pai a comprar seu sítio, etc).

Muitos planos que não saem do papel, promessas de final de semana que na segunda se findam. Claro que não podemos fazer tudo aquilo que desejamos, mas algumas coisas devemos fazer. Fiquei o resto do domingo pensando com minha cuca. Não que eu seja uma pessoa totalmente utópica, mas confesso que em certos momentos me falta aquela coragem, aquele ímpeto (mas creio que todos têm estes momentos) e postergo as coisas pra depois. Mudei muito em 5 anos, arrisco mais, me aventuro mais, aproveito melhor o meu dia e depois deste ocorrido (que não foi o primeiro, num outro post conto outra historinha) já foram riscadas duas linhas da minha lista Things To Make Before Die (não, não foi transar com duas mulheres).

Quando em certas situações você enxerga a brevidade da vida, você aprende o significado de Carpe Diem e da sua maneira tenta melhor aproveitar a sua vida pois o Amanhã é uma incógnita. Pense nisso!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Por um fio

  1. Gente… 99% dos homens têm essa fantasia, né…

    ahauhuhuah

    Mto bom. Meu lema [que eu não sigo tão à risca assim] é “um dia de cada vez e cada dia como se fosse o último”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s