quem sou eu

Sou um colecionador de experiências de vida.

Sou uma pessoa simples, observador da vida e do cotidiano. Aprendi a viver um dia por vez (como se pudesse viver dois). Já fiz muita coisa nesta minha vida, de analista/programador à servente de pedreiro, de auxiliar de palhaço à protagonista de show erótico professor. Priorizo a amizade. Sou persistente (gutta cavat lapidem). Choro (de alegria).

De vez em quando gosto de filosofar um pouco. Sou calmo e justo.  Ingênuo? Pisa no meu calo para ver. Moço que adora motivar pessoas (vários casos de sucesso rs). Faço o tipo caseiro, moço pra casar. Cozinho de vez em quando. Tenho meu próprio estilo; se me sinto bem com minha calça verde da prefeitura, dane-se o resto.

Tenho minhas próprias convicções, se são certas ou erradas, desde que não causem danos a ninguém, vou seguí-las até o fim da minha vida. Odeio modismos e manipulação de massa, gosto de ler um bom livro (meta de um por quinzena). Sou um eclético musical, depende muito da ocasião e da companhia, fã de 80’s music (rock ballads).

Sometimes, penso muito antes de agir e perco oportunidades. Sometimes, não penso antes de agir e me ferro. Someday, eu encontro a dose certa. Adoro caminhar. Não idolatro ninguém, admiro meus pais, não sou o tipo de pessoa que paga R$100 para ir num show musical por exemplo, sou muito objetivo, gasto com o que precisa ser gasto.

Me preocupo com a minha saúde e um pouco com a aparência (já que meu caso nem a ciência pode dar jeito, mas não perco a esperança, e por isso não tenho foto de avatar rs). Sou da opinião que homem tem que ter um pouco de rusticidade, mas nas horas certas. Sou um pouco sem foco, mas com o tempo espero delinear melhor minha vida/carreira. Me decepcionei com algumas pessoas, me surpreendi com outras.

Adoro brincar com crianças, faço o tipo paizão. Decoro números, senhas, frases com extrema facilidade. Era viciado em videogame. Tive várias paixonites sazonais (e qual homem nunca teve). Foras, perdi a conta, erros, também, mas estou aprendendo.  Ah, acredito em Deus. Enfim, para saber mais, apenas me conhecendo pessoalmente.

Em meio a virtualização tecnológica de tudo (até de sexo), sou a moda antiga, gosto de uma boa prosa ao redor do fogão à lenha mateando um bom chimarrão, por isto, nem Twitter, nem Facebook, nem Messenger, nem Orkut (LinkedIn eu tenho rs), apenas este blogexpiatório contando as histórias e estórias da minha vida.

Finally, tenho apenas um vício nesta minha vida e não largo por nada: MULHER.

Anúncios

10 pensamentos sobre “quem sou eu

    • Bom dia, não sou gaúcho típico, sou catarina, mas desde cedo meu pai me ensinou o jeito bagual de ser, a viver uma vida alegre e humilde e dentro das mais belas tradições gaúchas, o chimarrão é sagrado. Gênio implacável, obrigado, apenas tenho minhas próprias convicções. Fiquei curioso com a frase: um dos poucos homens que conheci? Será que te conheco de algum lugar? Obrigado por comentar

  1. Sua descrição, não sei se intencionalmente ou não, mas te coloca numa categoria de pessoa que sempre me desperta curiosidade, a categoria “interessante”. Um conjunto de coisas que faz com que eu queira conhecer, saber mais, ver de perto. Adoro pessoas interessantes, porque essas sim, têm conhecimento, seja lá do que for, infinito para me oferecer. Adorei o blog!

    • Thais, obrigado pela visita e pelo comentário. Então, a curiosidade faz com que nós, seres humanos, descubramos coisas que nem sonhamos que existam, faz conhecermos pessoas espetaculares, com seus jeitos, seus modos de viver a vida. Como bem citou gosto de conhecer coisas novas fora do meu âmbito profissional, ser multidisciplinar. Valeu por considerar-me uma pessoa interessante e quem sabe num dia destes a gente se encontre no calcadão da Rua XV em Curitiba pra você saber mais (garanto que vai se surpreender), mas não se assuste com minha aparência (estou brincando rs). Beijo

    • Fico muito lisonjeado pelo elogio.Que bom que gostou das minhas mal traçadas linhas que tentam dar sabor aos meus dias vividos e contar um pouquinho da minha vida e dos meus pensamentos. Pode ler quanto você quiser. Grande beijo

  2. BOA NOITE!
    Veja que ironia, ou não. Sou professora de educação Infantil e uma pesquisa sobre o jogo de bola de gude me encaminhou, entre outros, para seu blog. Gostei do texto e de algumas especificidades do sul, queria mostrar esta diversidade para os meus alunos de Serra ES com influências marcantes de MG e BA. Mas então fui lendo, lendo. Achei muito interessante, é claro que há textos não permitido aos meu alunos, mas a tia adorou .
    um abraço e obrigada!

    • Quem agradece sou eu, pela visita, pelo comentário e por saber que meu texto sobre bolas de gude possa ter te ajudado em seu trabalho, fico lisonjeado.

      Sinta-se em casa e leia o quanto quiser.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s