Memento vivere

Ah, a vida esta doce caixinha de surpresas. Ação, movimento, alegrias, surpresas.

Ah, a vida esta linha tênue recheada de oscilações atemporais e inconstantes, montanha russa de situações e emoções.

Ah, a vida, mar calmo sem ondas, mar bravio cheio de tormentas, silêncio, turbulência.

Ah, a vida, um segundo apenas pode mudá-la para sempre. Mais uma grata surpresa destinou a este pobre mortal que agora compartilho com vocês.

Dizem que todo homem precisa fazer três coisas antes de partir: plantar uma árvore (já fiz), escrever um livro (meus posts aqui já dariam rascunho para um livro de memórias) e ter um filho (ainda me falta ao menos que eu saiba). Mas existem inúmeras outras coisas que devemos fazer enquanto vivermos, uma delas é um jantar especial (na minha opinião), tipo aquele jantar do clássico A Dama e o Vagabundo. Pois bem, depois de muito planejamento, economizando no almoço do dia a dia (sou expert nisso) e aproveitando das compras coletivas e do parcelamento do cartão de crédito consegui concretizar um sonho meu de infância: levei mi passione para jantar num restaurante famoso aqui em Curitiba: o Duo Cuisine.

Eu sei que para muitos isso possa soar como algo normal, mas para mim nem consigo quantificar a alegria que tive pela concretização deste sonho. Fiz o script bem certinho: agendei com mi passione, óbvio que não contei o nome do restaurante. Eu parecia um adolescente querendo impressionar e surpreender. E consegui ouvindo as palavras dela depois e notando a felicidade em seu semblante. Eu sei que a diferença está nas pequenas coisas diárias que fazemos para quem amamos, mas uma surpresa diferente de vez em quando salpica mais tempero em nossas relações.

Estava ansioso, não tenho como negar. Esperei-a para tomarmos um táxi e ir até o restaurante. Quando a vi meus olhos brilharam de alegria. Estava divina na sua simplicidade peculiar. Notei os brincos que lhe dei de presente tempos atrás, o batom rosa discreto delineando seus lábios chamativos, sua camiseta em tons de amarelo ressaltando o belo e convidativo volume dos seus seios, sua calça jeans básica, seu sorriso de Afrodite me conduzindo aos Elíseos. Eita, espera um pouco preciso respirar, senão…

Dentro do táxi, ela com toda a malícia me perguntando: aonde você vai me levar? Desconversei e entrelaçei minha mão com a dela e conversamos divertidamente até chegar ao restaurante. Bom, pra quem conhece o Duo Cuisine não preciso dar detalhes, fiquei maravilhado com o ambiente e com o atendimento prestado.

Chegando no restaurante, fomos atenciosamente conduzidos ao segundo andar e quando vimos o ambiente ficamos enebriados com a beleza da decoração e mi passione murmurou no meu ouvido: luidi, me surpreendeu!!! Sentamos perto da janela, a mesa tinha uma iluminação natural rosa clara proporcionada por uma lindíssima vela decorativa que dava ao ambiente um ar elegante e aconchegante. Desculpem-me pelos superlativos, mas o lugar é show. Entrelaçamos nossas mãos antes do jantar ser servido agradecendo a vida por mais um momento especial que estávamos vivendo.

O jantar foi igual à filme romântico, igualzinho aos meus sonhos. Um bom vinho, uma boa entrada, um ótimo filet mignon, doces e provocativas brincadeiras, uma deliciosa sobremesa e uma esplendorosa companhia. Apenas faltou um detalhe, a cena do macarrão (rs). Degustamos calmamente o jantar, ao final, trouxe-a junto ao meu peito e beijei-a torridamente já sentindo os efeitos do vinho (afinal ela tomou apenas duas taças e eu tomei o restante da garrafa rs).

Em silêncio deixamos o restaurante, e ao som de Def Leppard – Love Bites ela recostou sua cabeça em meu ombro enquanto eu vagarosamente fazia carícias em seu cabelo (cena inesquecível). O depois, bem, fica na imaginação de cada um.

Ah, a vida:

Aproveite-a agora enquanto tens paixão, enquanto teu coração bate, enquanto tem com quem compartilhar tuas duras vitórias.

Anúncios